terça-feira, 24 de março de 2015

Prémios CCOP 2015: Os vencedores

Na terceira edição dos Prémios CCOP 2015, Grand Budapest Hotel foi o principal vencedor, com galardões em cinco importantes categorias. A produção foi premiada como Melhor Filme, levando ainda para casa os prémios de Melhor Realizador, Melhor Elenco, Melhor Fotografia e Melhores Valores de Produção.

Com três prémios, ficaram Uma História de Amor 12 Anos Escravo, enquanto que O Clube de Dallas recebeu dois. E Agora? Lembra-me foi considerado o Melhor Filme do Ano, enquanto que o híbrido O Congresso, foi premiado como o Melhor Filme de Animação. Da Bélgica, Dois Dias, Uma Noite foi o Melhor Filme em Língua Não-Inglesa/Portuguesa, enquanto que Nightcrawler - Repórter na Noite foi considerada a Melhor Primeira Longa-Metragem.

Fundado em Fevereiro de 2012, o Círculo de Críticos Online Portugueses é constituído por um grupo seleccionado de críticos online de cinema nacionais, cujos objectivos se centram na classificação mensal dos filmes estreados, de forma a produzir um conjunto de tops com oportunos dados estatísticos. Anualmente atribuem os Prémios CCOP que visam premiar os melhores filmes estreados comercialmente em Portugal durante o ano transacto. 


Melhor Filme
Grand Budapest Hotel, de Wes Anderson



Melhor Realizador
Wes Anderson por Grand Budapest Hotel



Melhor Argumento Original
Uma História de Amor, Spike Jonze



Melhor Argumento Adaptado
12 Anos Escravo
John Ridley, baseado no livro de Solomon Northup



Melhor Actor
Matthew McConaughey em O Clube de Dallas



Melhor Actriz
Rosamund Pike em Em Parte Incerta



Melhor Actor Secundário
Jared Leto em O Clube de Dallas



Melhor Actriz Secundária
Lupita Nyong'o em 12 Anos Escravo



Melhor Filme de Animação
O Congresso, de Ari Folman



Melhor Filme Português
E Agora? Lembra-me, de Joaquim Pinto



Melhor Filme em Língua Não-Inglesa/Portuguesa
Dois Dias, Uma Noite; de Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica)



Melhor Primeira Longa-Metragem
Dan Gilroy por Nightcrawler - Repórter na Noite



Melhor Documentário
O Acto de Matar, de Joshua Oppenheimer



Melhor Canção Original
"The Moon Song", Uma História de Amor
Música e letra: Karen O e Spike Jonze
Intérprete: Karen O



Melhor Elenco
Grand Budapest Hotel



Melhor Cena
"O Castigo de Patsey", 12 Anos Escravo



Melhor Banda Sonora
Arcade Fire (compositor), Uma História de Amor



Melhor Fotografia
Robert D. Yeoman, Grand Budapest Hotel



Melhores Valores de Produção
Grand Budapest Hotel



Melhores Efeitos Especiais
Interstellar

Sem comentários:

Publicar um comentário